Sobre a GMP

FINALIDADE

  • Abrir-se ao amor misericordioso de Jesus através da consagração de vida comunitária

VISÃO

  • Ver os frutos de conversão e santidade através do testemunho constante do carisma GMP, priorizando tempo adequado para formação comunitária e contemplação do carisma que nos foi confiado.

ESPIRITUALIDADE

  • Com Maria buscar a experiência de Pentecostes para no Espírito adorarmos Jesus com amor Esponsal.

NOME, PRINCÍPIOS E COMPROMISSOS COMUNITÁRIOS...

  • Graça, Misericórdia e Paz é a saudação de Paulo. Queremos ser um pouquinho deste "Apóstolo das Gentes" que vai ao encontro de todos anunciando o Evangelho. Nas Cartas a Timóteo, Paulo saúda dizendo: "Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus nosso Pai e do Cristo Jesus, nosso Senhor!." (1Tm 1,2; 2Tm 1,2). Podemos refletir que a graça e paz de Jesus podem ser experimentadas quando descobrimos o grande amor e a grande misericórdia do nosso Deus.

  • O texto base do nome e princípios de nossa Comunidade é João 20,19-21.

  • Quando os apóstolos estavam reunidos no primeiro dia da semana, com as portas fechadas, Jesus ressuscitado aparece no meio deles desejando-lhes a paz. Em seguida, Jesus mostra suas mãos e o lado aberto de onde jorrou água e sangue, fonte de misericórdia. Após fazerem a experiência do Cristo Ressuscitado e Misericordioso, o que aconteceu? O coração deles se encheu de alegria, pois perceberam a graça sendo derramada em suas vidas. Em Comunidade, na missa, diante de Jesus Eucarístico é que podemos experimentar a verdadeira paz e assim nossos corações vão sendo mergulhados na graça de Deus.

  • O membro GMP deve buscar uma maturidade que o leve a viver e trabalhar em consonância com o carisma fundacional, viver identificado pelo estilo e proposta de vida do fundador preservando o estilo próprio.

  • Para que bem possamos ser reflexo do carisma GMP temos uma vivência alicerçada em nove princípios que são a base dos compromissos de vida e de oração em comum:

  • Valorizamos todas as formas de expressão vindas do Espírito Santo, pois como nos apresenta Paulo Roberto B. Diniz (no capítulo Comunidades de Aliança: Uma visão na liberdade do Espírito Santo do livro Novas Comunidades - Primavera da Igreja, pg. 139) "Querer valorizar uma expressão e depreciar outra é desfigurar o Projeto de Deus; é fazer cair neve na 'primavera' da Igreja."

NOSSOS PRINCÍPIOS

  1. Confiança plena em Deus;

  2. Experiência íntima com Cristo misericordioso e ressuscitado;

  3. Alegria;

  4. Vida do Espírito;

  5. Tom Mariano;

  6. Unidade com a Igreja vivenciando plenamente os Sacramentos;

  7. Espírito Missionário;

  8. Vivência do Senhorio de Jesus.

  9. Viver reconciliados​

1. CONFIANÇA PLENA EM DEUS 

Confiança plena em Deus deve ser praticada através da jaculatória: Deus tem cuidado de nós. Jesus eu confio em Vós; que esta jaculatória acompanhe a vida de cada membro da comunidade e seja para o irmão palavras de sabedoria, entusiasmo e força.

“Coloquem nas mãos de Deus qualquer preocupação, pois ele tem cuidado de vós.” (I Pd 5, 7)

Ou ainda:

25 «Por isso é que eu lhes digo: não fiquem preocupados com a vida, com o que comer; nem com o corpo, com o que vestir. Afinal, a vida não vale mais do que a comida? E o corpo não vale mais do que a roupa? 26 Olhem os pássaros do céu: eles não semeiam, não colhem, nem ajuntam em armazéns. No entanto, o Pai que está no céu os alimenta. Será que vocês não valem mais do que os pássaros? 27 Quem de vocês pode crescer um só centímetro, à custa de se preocupar com isso? 28 E por que vocês ficam preocupados com a roupa? Olhem como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam. 29 Eu, porém, lhes digo: nem o rei Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles. 30 Ora, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada no forno, muito mais ele fará por vocês, gente de pouca fé!31 Portanto, não fiquem preocupados, dizendo: O que vamos comer? O que vamos beber? O que vamos vestir? 32 Os pagãos é que ficam procurando essas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de tudo isso. 33 Pelo contrário, em primeiro lugar busquem o Reino de Deus e a sua justiça, e Deus dará a vocês, em acréscimo, todas essas coisas. 34 Portanto, não se preocupem com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá suas preocupações. Basta a cada dia a própria dificuldade.» (Mt 6, 25-34).

2. EXPERIÊNCIA ÍNTIMA COM DEUS MISERICORDIOSO E RESSUSCITADO

Precisamos buscar uma união íntima com Deus como nos exorta Santa Faustina:


“...Nem graças, nem aparições, nem êxtases, ou qualquer outro dom que lhe seja concedido torna a alma perfeita, mas sim a união íntima com Deus. Esses dons são apenas o adorno da alma, mas não constituem a essência nem a perfeição. A minha santidade e perfeição consistem na união estreita da minha vontade com a vontade de Deus...”(1107)

Experiência Íntima com Deus Misericordioso
A experiência íntima com Cristo Misericordioso se dará na busca das obras de misericórdia, orando pelas almas do mundo inteiro através do terço da misericórdia e meditando sobre a hora da misericórdia (pode-se nesta hora como sugere o Diário da Santa Faustina rezar a jaculatória: “Ó sangue e água que jorrastes do coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em vós”). Como Jesus diz através de Santa Faustina:


"Às três horas da tarde implora à Minha misericórdia especialmente pelos pecadores e, ao menos por um breve tempo, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Esta é a hora de grande misericórdia para o mundo inteiro. ...Nessa hora nada negarei à alma que Me pedir em nome da Minha Paixão”. (D 1320)
 

Essa oração nos faz exercermos nossa missão de intercessores por aqueles que não sabem pedir a graça de Deus e por nós.


Relacionamento com a Trindade
O Amor por Cristo deve ser contemplado como misericordioso através do amor ao próximo e do desejo profundo e sincero que sejam restaurados e renovados. Torna-se para nós projeto de vida e caminho de santidade. Este amor também deve ser experimentado no relacionamento com a Trindade que nos leva à experiência de paternidade misericordiosa do Pai, da divina misericórdia do Filho, fonte de Paz e à busca da graça para santificação através do Espírito Santo.

Alma Eucarística
A intimidade com o Ressuscitado se dará na busca da experiência dos discípulos de Emaús:

“Ficai conosco, porque o dia está a terminar e vem caindo a noite. Jesus entrou e ficou com eles. E quando Se pôs à mesa, tomou o pão, recitou a bênção, partiu-o e entregou-lhes... Não ardia cá dentro o nosso coração quando Ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?...»(Lc 24, 29-30. 32)

É com o desejo de fazer a experiência dos discípulos de Emaús que buscaremos todos os dias a leitura orante e através da vida eucarística. A Palavra é para nós fonte de vida espiritual, luz para conhecer a vontade de Deus e força para viver com fidelidade nossa vocação.

 

Todo o membro da Comunidade deve almejar a comunhão diária; Jesus vem ser remédio, cura, alimento e força para nós. Deus nos chama a sermos verdadeiros adoradores fazendo momentos de adoração sempre quando possível, pelo menos semanalmente e comunitariamente ao menos uma vez por mês. Fará parte do cronograma anual da comunidade “O Cerco de Jericó” como forte momento de adoração comunitária.

 

Precisamos pedir a Deus, constantemente, a graça de sermos almas eucarísticas.

“23 Mas está chegando a hora, e é agora, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e verdade. Porque são estes os adoradores que o Pai procura. 24 Deus é espírito, e aqueles que o adoram devem adorá-lo em espírito e verdade.» (Jo 4, 23-24)

Íntimos da Palavra
São Jerônimo nos exorta a não desprezarmos a Palavra dizendo:

“Quem despreza a Palavra despreza o próprio Cristo, Autor da Palavra.”

Buscando aprofundar nossa intimidade com o Senhor adotamos como prática diária a "Leitura Orante".

 

Queremos abrir cada vez mais nosso coração ao que Deus quer manifestar a nós e em nós, a exemplo do próprio Jesus que em vários momentos colocou-se em oração e vigília (Lc 6, 12-19).

Abaixo, o modelo de "Leitura Orante" que seguimos, em comunidade:

1- Fazer Deserto (lugar para estar a sós com Deus);

2- Invocar o Espírito Santo;

3- LEITURA atenta e lenta (Se for preciso ler 1, 2 ou 3 vezes sublinhando palavras chaves e frases importantes) - Levar o alimento à boca;

4- Silêncio interior (abraçar a Palavra e lembrar daquilo que leu);

5- MEDITAR escrevendo em um "diário" :

  • O que Ela diz para mim?

  • O que Ela diz para me impulsionar a ir ao encontro do irmão?

  • O que Ela me faz para me levar a Deus?

6- Pegar e anotar no "diário" outros textos que me fazem meditar sobre o mesmo enfoque. (Mastigar vagarosamente);

7- ORAR (formular um compromisso com Deus diante da Palavra) - pode ser anotado também no "diário" (Saborear o alimento);

8- CONTEMPLAR a Deus pelas suas maravilhas - pode-se usar um Salmo (A contemplação é a própria doçura do alimento);

9- Escolher apenas uma frase para memorizar (a frase vai me recordar toda a Palavra e ela vai me alimentar durante o meu dia).

3. ALEGRIA

Devemos buscar viver o que diz a palavra de Fl 4,4:

       

“Alegrai-vos sempre no Senhor, repito alegrai-vos.”
 

Nossa alegria deve estar no Senhor. Alegria que tem razão de ser. Alegria de saber que o nosso lugar é o céu e isso supera todo cativeiro, toda prisão, todo sofrimento que passou o apóstolo Paulo e tantos que fizeram com que a alegria (do Senhor) passasse do campo da emoção para o campo da razão.

4. VIDA NO ESPÍRITO

Vida no Espírito é essencial para que possamos falar como íntimos de Deus. Deve ser vivenciada através de uma espiritualidade carismática, na busca do derramamento do Espírito Santo e dos seus Dons.

“Procurem o amor. Entretanto, aspirem aos dons do Espírito, principalmente à profecia." (I Cor 14, 1)

5. DAR À VIDA UM TOM MARIANO
O pentecostes aconteceu em meio ao cenáculo com Maria. Por isso podemos dizer que não há comunidade perene sem o Espírito Santo, como também não há comunidade perene sem Maria.

Somos chamados a dar à nossa vida um tom Mariano caracterizado por seu relacionamento filial com Maria através da consagração diária à Nossa Senhora e da meditação do Rosário Semanal.

6.UNIDADE COM A IGREJA VIVENCIANDO PLENAMENTE OS SACRAMENTOS
Viver em unidade e relacionamento de amor à Igreja, Corpo de Cristo, sentindo-se parte viva, trabalhando para seu crescimento, sendo fiel a ela na oração e vivenciando os Sacramentos. O amor à Igreja deve ser uma característica de nossas vidas.

Devemos ter um zelo com tudo que se refere à liturgia e aos tempos litúrgicos da Igreja. Toda a nossa Comunidade deve estar preparada para a recepção de um Sacramento - seja o batizado, casamento, crisma, ou até mesmo diante da doença, para receber a unção dos enfermos - assim estaremos colocando-a mais profundamente no coração de Deus e da Igreja.

No encerramento das palavras proferidas aos participantes do II Congresso Mundial dos Movimentos e das Novas Comunidades, o papa Bento XVI no dia 22 de maio de 2006, agradece e nos convida a cada vez mais nos colocarmos em obediência aos “pastores legítimos”.

“Agradeço-vos também pela disponibilidade que demonstrais ao receber as indicações operativas não só do Sucessor de Pedro, mas também dos Bispos das diversas Igrejas locais, que são, juntamente com o Papa, guardas da verdade e da caridade na unidade. Confio na vossa obediência imediata. Além da afirmação do direito à própria existência, deve prevalecer sempre, com indiscutível prioridade, a edificação do Corpo de Cristo no meio dos homens. Qualquer problema deve ser enfrentado pelos Movimentos com sentimentos de profunda comunhão, em espírito de adesão aos Pastores legítimos. Ampare-vos a participação na oração da Igreja, cuja liturgia é a mais alta expressão da beleza da glória de Deus, e constitui de certa forma um aproximar-se do Céu à terra.”

7. ESPÍRITO MISSIONÁRIO
Devemos ter um espírito missionário através do compromisso de levar a Palavra de Cristo às mais variadas situações e com diversas formas de pregação, de ajuda e de conselho, com predileção ao anúncio aos jovens e às famílias, na busca da transformação de suas vidas e da salvação.

O aspecto comunitário que identifica a vocação GMP, convoca os seus membros a trabalhar em unidade e em todas as missões estarem em comunicação com o moderador geral e conselho geral; priorizando o trabalho de pelo menos dois membros a cada missão.

8. VIVÊNCIA DO SENHORIO DE JESUS
Sobre a vivência do Senhorio de Jesus de acordo com o que anteriormente mencionei (No 4) na carta  Diretrizes Estruturais da Comunidade Graça, Misericórdia e Paz, dia 20 de junho de 2009.

“Somos chamados a cuidar do que é de Deus. Tudo é dEle, não nosso. E sendo nós também dEle temos que cuidar dos projetos que Ele tem para nós. Amar intensamente desejando Graça, Misericórdia e Paz nas nossas famílias, com muito cuidado, pois foi confiada a nós, mas não nos pertence. Nossa Família é do Senhor e é para Ele que devemos levá-la. Ser dedicado nos nossos trabalhos e estudos ofertando a Deus o que de fato também é dEle. E cuidar desta Grande Obra que é a Comunidade Graça, Misericórdia e Paz. Digo Grande, pois tenho a certeza que é do Grande Deus. Que o Espírito Santo transborde em nós Sua força para que possamos cuidar de tudo que vem nos confiando”. (Fabio Limeira)

9. VIVER RECONCILIADOS
Todos os dias devemos ser testemunhas do amor de Deus vivenciando a palavra de Ef 4, 26b:


“Não se ponha o sol sobre vossa ira” (vosso ressentimentos)

QUE TAL VIVER OS PRINCÍPIOS DA COMUNIDADE GMP?

"Ninguém põe vinho novo em odres velhos." (Mc 2, 22)

REGRAS DE VIDA
"Se não vences obstáculos pequenos e leves, como triunfarás dos maiores." (Imitação de Cristo- livro I, cap  11, n.5)

EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS 
"Se fizermos consistir nosso aproveitamento espiritual tão somente nas observâncias exteriores, nossa devoção será de curta duração." (Imitação de Cristo- livro I, cap 11, n.4)

ALEGRIA
Quero pedir que nesta semana recite em voz alta está jaculatória:

 

"A alegria do Senhor é a nossa força! Aleluia. Aleluia."

Exercícios Espirituais

Não fale de si sem dar glória a Deus e louve a Deus pela vida do próximo.
/Espírito Santo vem iluminar.
Não falar de mim sem a Deus glorificar.
Pela vida do irmão, a Deus quero louvar./


INTIMIDADE 
Quero pedir que nesta semana recite: O Terço da Misericórdia com muita devoção e busque mais uma vez a leitura orante da Palavra de Deus ao longo do dia.

 

Exercícios Espirituais

Que seja uma semana de muita oração mental e partilha de vida com Deus. Reserve também um momento para partilhar sua vida com um irmão.
/Espírito Santo vem iluminar
Oração mental vou realizar.
Minha vida com o irmão vou partilhar./


CONFIANÇA PLENA
Quero pedir que nesta semana recite em voz alta está jaculatória:

"Deus tem cuidado de nós. Jesus eu confio em Vós."
 

Exercícios Espirituais

Busque organizar-se para realizar direção espiritual. Se você não tem um diretor espiritual peça a Deus para te mostrar em oração quem deve ser.

Leia e medite Mt 14, 28 e faça uma oração com propósito de lançar-se no mar da Misericórdia de Deus.
/Espírito Santo vem iluminar.
Direção espiritual eu vou buscar .
No mar da Misericórdia vou me lançar./


VIDA NO ESPÍRITO 
Quero pedir que nesta semana recite: A oração do Vinde Espírito Santo com muita devoção e peça a graça de orar no Espírito. 

 

Exercícios Espirituais

Reconheça e acolha os dons que o Espirito Santo te dá.

 

Leia e medite Mt 14, 16 e faça uma oração com propósito de ofertar os dons colocando-os a serviço dos irmãos.  
/Espírito Santo vem iluminar
Teus dons, ó Espírito, quero acolher
Para aos meus irmãos poder oferecer/

TOM MARIANO
Quero pedir que nesta semana recite:

 

A oração de Consagração a Nossa Senhora e o Santo Terço Mariano com muita devoção.
 

Exercícios Espirituais

Realize tudo com Maria, em Maria, por Maria e para Maria. Dê a Virgem Mãe seu corpo, alma, bens interiores e bens exteriores.
 

Imagine que andas de mão dada com Maria, que estará dentro do seu coração, dentro deste "Templo" onde habita Jesus...
 

Dê a Ela tudo...
 

Seu estômago, sua boca, seus olhos são de Maria...Seus coração é de Maria... Seus méritos são de Maria...Seu carro, sua casa, sua profissão são de Maria...
/Espírito Santo vem iluminar.
Tudo com Maria quero realizar.
Corpo , alma e bens a Virgem Mãe vou dar/

AMOR A IGREJA
Quero pedir que nesta semana recite o Credo com muita devoção. 

 

Exercícios Espirituais

Anunciar a graça (Kerígma - Mostremos que na Igreja Católica não apenas praticamos a lei de Jesus, mas experimentamos seu amor e sua graça).

 

Busque ler algum documento da Igreja (CIC, DSI, alguma encíclica ou catequese do Papa.)
/Espírito Santo vem iluminar.
A graça de ser católico vou anunciar.
Com os documentos da Igreja vou me atualizar./

ESPÍRITO MISSIONÁRIOS 
Quero pedir que nesta semana  tudo faças com amor.
       

Exercícios Espirituais

Busque um diálogo centrado em Jesus. E um diálogo amoroso (manso e humilde).
/Espírito Santo vem me iluminar.
Centrado em Jesus vou dialogar.

Pronto para ouvir. Manso e humilde ao falar./

VIVER RECONCILIADO
Quero pedir que nesta semana não deixe de perdoar ou pedir perdão.

 

Exercícios Espirituais

Busque ser o primeiro a pedir perdão. Busque fazer um bom exame de consciência e a confissão.
/Espírito Santo vem iluminar
Serei o primeiro a pedir perdão.
Farei o exame de consciência e buscarei a confissão./

SENHORIO DE JESUS
Quero pedir que ao longo desta semana busque recitar a jaculatória

 

"Reze o terço ao Esposo com muita devoção."
 

Exercícios Espirituais:
Cuidar do Sagrado (liturgia, velas  do  altar, toalha, meditar  o  que posso fazer para tornar visualmente   Bethesda um espaço de acolhida e oração).

 

Cuidar da necessidade dos irmãos (dar de comer a quem tem fome; dar de beber a quem tem sede; vestir os nus; dar pousada aos peregrinos; assistir aos enfermos; visitar os presos; enterrar os mortos, dar bom conselho; ensinar os ignorantes; corrigir os que erram; consolar os aflitos; perdoar as injúrias; sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo e rogar a Deus por vivos e defuntos).
/Espírito Santo vem iluminar
Do sagrado quero cuidar.
Ao mais necessitado vou me doar./

 

Fabio Limeira- fundador da Comunidade GMP