Fundador

O QUE É SER FUNDADOR DE UMA COMUNIDADE?

Segundo Moysés "A geração de uma comunidade nasce de uma oferta de vida do fundador."

E continua:
Fundador é um dom, uma graça. É Deus que se revela [1] a uma pessoa e ela vai encarnando na vida essa experiência de Deus, esse seguimento à pessoa de Jesus. A maneira com que ele vive [2] essa experiência vai atraindo [3] outras pessoas. Carisma originário é isso, uma forma particular de viver o evangelho que vai gerando um estilo de vida [4], que traz uma característica diferente, uma forma particular de serviço em favor da Igreja e da humanidade. Nosso Deus é concreto, real. Apesar dos nossos limites Deus vai revelando o carisma de fundação. A maioria dos fundadores nunca pensou em ser fundador. Fundador não nasce em gabinete. Ele é gerado por Deus. Somos envolvidos por Deus que vai se revelando e pouco a pouco vai gerando fecundidade, paternidade espiritual, como disse João Paulo II.”

[1] Fundador é quem teve uma INSPIRAÇÃO  de Deus para fundar uma comunidade.
[2] Fundador tem a CAPACIDADE DE COMUNICAR  o carisma dado por Deus.
[3] “ATRAÇÃO MISTERIOSA” fruto da “FECUNDIDADE ESPIRITUAL”
[4] Expresso pelo fundador através de NORMAS COMUNITÁRIAS. Projeto de vida comunitário.

Segundo o Concílio Vaticano II o termo fundador refere-se a quem instituiu comunidade de vida consagrada (LG 45, 46; PC 2). O fundador, aquém Deus deu a primeira inspiração para o início da Comunidade Graça, Misericórdia e Paz, é Fabio Luiz da Costa Limeira.

A co-fundadora  da Comunidade Graça, Misericórdia e Paz é Juliana de Matos Quadros Limeira.

No ano de 2006, Fabio e Juliana, sentiam que Deus chamava-os a realizar algo, mas não sabiam ao certo qual era o plano de Deus para suas vidas.

Quando começaram a conhecer as Novas Comunidades, o jeito como viviam, suas formações e sua espiritualidade sentiram um impulso para viver em comunidade. Então, partilharam esta vontade com alguns amigos que confirmaram também este sentimento em seus corações.

Fabio e Juliana após uma destas conversas com amigos voltaram para casa e inquietos, quanto a estes sentimentos, pediram com súplica o Espírito Santo para que os fizessem entender o que queria deles.

Durante aquela noite a Juliana escutou Fabio falar: “Hebreus 2, precisamos ficar juntos.” Fabio não recordou estas palavras, pois estava dormindo. Quando a Juliana acordou foi ler (Hebreus 2) e sentiu que era a confirmação, uma resposta clara do que Deus queria para suas vidas. Um pouco das palavras que encontramos em Hebreus, capítulo dois é:

“Por isso, devemos dar mais atenção à mensagem que ouvimos, para não nos desviarmos... deus confirmou o testemunho deles mediante sinais, prodígios e milagres de todo o tipo, e mediante dons do espírito santo distribuídos conforme a sua vontade.”

No dia 7 de setembro de 2006 reuniram-se com amigos para partilhar o que tinha acontecido.  A partir de então começaram a realizar encontros de formação para conhecer mais sobre as Novas Comunidades através da encíclica do Papa João Paulo II (Vida Consagrada), Documento da CNBB ( Igreja particular, movimentos eclesiais e novas comunidades), entre outros  e através de conversas com fundadores ou membros de outras Comunidades.

No dia 6 de junho de 2007 conversaram com o arcebispo Dom Dadeus Grings a fim de apresentar a Comunidade Graça, Misericórdia e Paz. O Bispo os abençoou e disse para vivermos o que Jesus estava propondo para os seus corações para que depois escrevessem os estatutos baseado no que viviam. Está benção, as Novas Comunidades costumam chamar de “reconhecimento oficioso.”

O carisma foi por graça de Deus sendo despertado em seus corações.  Hoje sabemos que queremos "ser sinal da Misericórdia de Deus para que jovens sejam renovados e famílias sejam restauradas pelo poder do sangue precioso que brota do coração de Jesus". Somos impulsionados pelas palavras de Jesus: “Vinde a mim todos vocês que estão cansados de carregar peso do seu fardo, e eu lhes darei descanso. Carreguem a minha carga aprendam de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para suas vidas.  porque a minha carga é suave e o meu fardo é leve.” (Mt 11, 28-30)

QUEM É O NOSSO FUNDADOR?
Fabio, um jovem senhor que milita na Igreja desde a infância e que teve a graça de Deus de participar ativamente do Curso de Liderança Juvenil como “jovem, apóstolo de jovem”.Fabio se abriu à ação do Espírito Santo para ser evangelizado e com muita luta foi superando obstáculos com humildade, com garra e muito amor a Jesus Cristo e à sua Igreja e se tornou um evangelizador.

Encontrou através da Igreja de Jesus Cristo o seu verdadeiro Amor e o ideal de sua vida. Aliás, Jesus foi imensamente generoso com o Fabio (e continua sendo) pois junto ao Sacrário, Deus lhe presenteou Juliana, que se tornou a sua esposa e mãe maravilhosa do João Pedro, Miguel, Bento e do bebe que está no céu, presentes preciosos para os dois e para todos nós.

Fabio é um homem com fisionomia e a inocência de um menino e ainda, um menino com as responsabilidades e atitudes sérias, coerentes, maduras e de uma vida espiritual muito grande e espiritualidade alicerçada na Misericórdia Divina, como poucos homens.

Fabio é um menino que inspirado pelo Espírito Santo se torna audacioso e se agiganta quando nos encontros de formação da nossa Comunidade ou nas grandes assembleias da nossa paróquia São Vicente Mártir, nos fala sobre a Misericórdia de Jesus. E, mais importante, nos mostra com o seu exemplo a coerência da sua vida com aquilo que prega.

Estuda, trabalha, corre de um lado para outro cumprindo rigorosamente seus compromissos, mas consciente de seu papel de esposo, de pai, de amigo, de educador e de fundador de uma Comunidade de Aliança inspirada pelo sopro do Espírito Santo, que hoje pertencemos.

Enio Silveira Madruga - Membro da Comunidade GMP

5549403_orig.jpg